Audiência pública sobre transporte leva mais de cem pessoas à Câmara

249

O tempo de viagem, a mudança de rotas e a disponibilidade de horários foram algumas das questões levantadas sobre o transporte coletivo municipal na audiência pública organizada pela Câmara de São Lourenço na noite desta terça-feira (08.10).  Cerca de cem pessoas estiveram presentes à reunião, cujo objetivo foi ouvir os usuários do serviço de ônibus.

Atualmente, a empresa responsável cumpre um contrato de teste com a duração de três meses e término em 29 de novembro. De acordo com os prestadores do serviço, após um estudo realizado a pedido da Prefeitura, foram feitas algumas mudanças, como o aumento do número de linhas. Mais de 25 pessoas se pronunciaram durante a audiência e, além de pontuarem suas demandas, deram sugestões. Uma moradora de São Lourenço pediu a utilização de micro-ônibus fora dos horários de pico. Outra, como forma de deixar o transporte mais barato, propôs o pagamento de meia passagem para idosos entre 60 e 64 anos, já que os mesmos são isentos, de acordo com a legislação municipal vigente.

A reunião foi coordenada pelo presidente da Câmara de São Lourenço, Waldinei Alves Ferreira, e por Orlando Gomes, que está à frente da Comissão de Obras Públicas, Serviços Urbanos e Habitação. Eles afirmaram que tudo o que a população falou durante a audiência será analisado pelos vereadores e encaminhado à Prefeitura, responsável por elaborar os contratos relacionados ao transporte no município.