Escolas de São Lourenço vão eleger vereadores mirins

144

Eles são jovens. Têm entre 11 e 14 anos, mas vão encarar uma grande responsabilidade: a de ser vereador. A Escola do Legislativo de São Lourenço dará início a mais um projeto: a Câmara Mirim. A iniciativa, criada por meio da Resolução 360/2019, é voltada a alunos do Ensino Fundamental II de instituições de ensino públicas e particulares da cidade. O objetivo é promover o conhecimento e a cidadania.

Depois de empossados, os parlamentares mirins irão participar de atividades dinâmicas e lúdicas sobre assuntos como o papel do Poder Legislativo e conceitos básicos da Constituição Federal, entre outros. Eles também vão realizar suas próprias sessões ordinárias, podendo debater sobre as demandas da cidade e apresentar soluções, por meio de um diálogo com os próprios vereadores de São Lourenço e demais autoridades. O mandato é de um ano.

De acordo com a Resolução 360, cada escola ficará responsável pelo período eleitoral e os próprios alunos votarão em um vereador mirim titular e um suplente. No momento da candidatura, a instituição de ensino deverá ter em mãos autorização por escrito dos responsáveis e do menor. Os estudantes interessados em representar São Lourenço na Câmara farão uma campanha, explicando os motivos pelos quais devem ser escolhidos para o cargo.

Todas as oficinas e reuniões da Câmara Mirim acontecerão a partir da segunda quinzena de abril, às quintas-feiras, às 17h30. O projeto foi apresentado nas escolas de São Lourenço que possuem o Ensino Fundamental II e várias já confirmaram a participação. As inscrições vão até o dia 13 de março.