Estudantes de São Lourenço vão ocupar o lugar dos vereadores e votar propostas de combate à violência contra a mulher

179

Os participantes do Projeto Parlamento Jovem de Minas, que cursam o Ensino Médio em escolas públicas e particulares de São Lourenço, vão se sentar nas cadeiras dos vereadores a partir das 16H desta quarta-feira (20.06) e, como eles, votar em leis que podem mudar a realidade. Todas as propostas foram escritas pelos próprios estudantes e têm como objetivo combater e reduzir a “Violência Contra a Mulher” no estado. O evento é da Escola do Legislativo da Câmara Municipal.

Em um formato parecido com o de uma sessão ordinária, cada ideia será discutida e votada. É necessário o apoio da maioria para a aprovação. Durante a Plenária Municipal, os alunos poderão modificar as  propostas que quiserem, a partir de um debate democrático. Os projetos aprovados serão encaminhados para a Plenária Regional, em Maria da Fé.

O Parlamento Jovem existe desde 2004. Em São Lourenço, a Escola do Legislativo organizará pela quarto ano seguido a Plenária Municipal. Para garantir a participação na votação, os jovens participaram de 15 oficinas sobre formação política e o tema “Violência Contra a Mulher”.

Plenárias Regional e Estadual

No dia 14 agosto, os participantes de São Lourenço irão a Maria da Fé debater o tema com os estudantes de lá, juntamente com os de Itajubá e Itanhandu. É a chamada Plenária Regional. Cada município vai levar nove ideias de elaboração ou mudança de lei, totalizando 36.  Quatro propostas serão eleitas e levadas a Belo Horizonte, entre 19 e 21 de setembro, quando ocorrerá a Etapa Estadual. Será um encontro entre alunos de 83 cidades, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Dessa vez, eles irão se sentar nas cadeiras dos deputados.

O projeto é da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, em parceria com a PUC Minas e Câmaras Municipais. As propostas aprovadas na Plenária Estadual podem são entregues, por meio do Comitê de Participação Popular, aos deputados, que podem transformá-las em leis.